Almeidas Assessoria Contábil

Blog

Gestão de custos

5 dicas para ter uma gestão de custos eficaz!

Uma gestão de custos eficiente é essencial para que uma empresa possa crescer e se manter no mercado atual cada vez mais competitivo. Analisar, prever, identificar e saber controlar os gastos são pilares de um processo de gestão bem estruturado.

Não é incomum encontrar empreendimentos enfrentando problemas no processo produtivo, com recursos escassos e que acabam prejudicando a qualidade e a satisfação do cliente. O controle de custos surge como um importante processo que possibilita controlar os gastos, e utilizar de forma racional e inteligente os recursos disponíveis.

Dessa maneira, pensando na importância dessa logística, separamos 5 dicas para te ajudar a alcançar uma administração de custos eficiente. Continue lendo abaixo com atenção! 

5 dicas para uma gestão de custos eficiente

Gestão de custos

1 – Faça um levantamento dos itens do estoque

O erro cometido por muitos empreendedores na gestão de custos é não saber ao certo qual o valor dos estoques. Assim, fica impossível saber o que a empresa tem disponível de recurso e o que precisa ser reposto, sem que futuramente haja sobras ou faltas.

Logo, é muito importante que produtos em estoque sejam contabilizados. 

2 – Gerencie seu fluxo de caixa

A demonstração de fluxo de caixa ajuda a avaliar o tempo, a natureza e a previsibilidade dos fluxos de caixa futuros. Também, a sua capacidade de pagar suas contas.

Isso mostra, ao longo de um período específico, como o dinheiro é gerado e usado nas várias atividades do negócio. Incluindo operações, financiamento e investimento e o superávit ou déficit de caixa líquido para esse período.

Portanto, compreender e gerenciar seu fluxo de caixa é crucial para executar com sucesso um negócio.

-> Leia também: Controle de Fluxo de Caixa: 7 dicas para o crescimento da empresa

3 – Crie uma cultura de contenção de gastos

Por menores que sejam os gastos, quando somados, podem representar uma quantia bastante significativa no orçamento da empresa. Por isso, é preciso implementar uma rotina de contenção de gastos que envolva todas as pessoas dos processos produtivos da empresa. Desde o funcionário que trabalha na linha de base até a mais alta hierarquia.

Ações simples do dia a dia podem fazer toda a diferença, como usar materiais recicláveis, utilizar de forma racional o papel. Ainda, oferecer novas utilidades a artigos e acessórios que iriam para o lixo, e que podem ser reutilizados de outra forma.

Por meio da criação de uma cultura de conscientização e uso racional dos materiais da empresa, é possível reduzir (ou eliminar) gastos. Despesas que, muitas vezes, são desnecessárias, porém, geradas de forma inconsciente.

-> Leia também: Aprenda como organizar o controle de gastos da empresa

4 – Conhecer os custos fixos e variáveis

O investimento para manter a empresa funcionando terá diferenças durante o ano, pois existem os custos fixos e os variáveis. O primeiro abrange os gastos que envolvem a oferta de um produto ou serviço, como o pagamento a fornecedores e custos com a folha de salários.

Os variáveis têm uma relação direta com as vendas e os serviços prestados durante o mês, podendo aumentar ou diminuir de acordo com a demanda. Nessa categoria, podem ser incluídos os impostos sobre as mercadorias ou serviços fornecidos aos clientes e as comissões concedidas aos colaboradores pelo desempenho.

5. Estabeleça metas e compare a evolução entre os períodos

Para se ter um controle efetivo de todos os custos que envolvem a organização é preciso mapear os processos internos e as operações. Sabendo de tudo o que acontece dentro da empresa fica mais fácil visualizar e identificar os pontos fortes e fracos do negócio. Assim, definir onde estão os gastos de pouca ou quase nenhuma necessidade.

Muitos empreendedores acabam destinando recursos para áreas que apresentam pouca participação nos resultados (embora não sejam menos importantes). Mas esquecem que outros setores podem ser responsáveis pela maior parte da receita.

Por isso, é fundamental fazer um bom mapeamento de processos e estabelecer metas que devem ser alcançadas Dessa forma, será possível ter um parâmetro para comparar os próximos períodos e definir melhor quais estratégias são melhores para o negócio.

Em resumo, essas são algumas dicas fundamentais para ter uma gestão de custos eficaz. Então, o que achou dessas dicas? Conte nos comentários abaixo! 

sobre o autor
Fábio Almeida é graduado em Tecnologia da Informação e Ciências Contábeis com mais de 10 anos de atuação como contador e empreendedor.


Sem Comentários


deixe seu comentário :

* O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.