Almeidas Assessoria Contábil

Blog

controle de fluxo de caixa

Controle de Fluxo de Caixa: 7 dicas para o crescimento da empresa

Uma certeza quanto as empresas de sucesso, é a de que possuem um controle geral dos negócios muito rigoroso. Mais especificamente, o pleno controle de fluxo de caixa. Esse é um dos principais pontos de equilíbrio para qualquer empresa que busca se firmar no mercado.

É uma ferramenta de apoio ao empreendedor que visa preencher todas as lacunas do estado financeiro da empresa. Por meio dessa ferramenta, é possível visualizar todo o cenário em que se encontra e como fazer melhorias para preservar a saúde financeira do negócio.

Sendo assim, criei este artigo que te ajudará a desenvolver as habilidades necessárias para um bom controle de fluxo de caixa. Confira mais a seguir!

Por que controlar o fluxo de caixa?

Com o fluxo de caixa organizado e atualizado, a empresa consegue visualizar de maneira realista os lucros e os débitos. Sendo capaz assim, de prever qual o melhor momento para um investimento, por exemplo.

Quando pensamos em controle de fluxo de caixa, podemos associar ao seguinte cálculo: O lucro sempre deve superar os investimentos. E uma característica importante do fluxo de caixa, é que ele pode ser temporal, ou seja, ser mensurado de forma diária, semanal, mensal ou anual.

Ter uma equipe qualificada de gerenciamento contábil ao seu lado, pode ser o fator crucial para que alcance os objetivos desejados. Veja agora dicas importantes para otimizar o desempenho e controle de fluxo de caixa do seu empreendimento!

7 dicas essenciais para ter controle de fluxo de caixa

controle de fluxo de caixa

1 – Planejamento financeiro

Antes de mais nada, um planejamento financeiro de qualidade deve ser implantado, é ferramenta essencial para resultados positivos. Uma dica importante, faça uso de planilhas, pois, elas irão fornecer uma perspectiva geral do quadro financeiro atual.

O SEBRAE disponibiliza para download gratuito uma planilha para o gerenciamento de fluxo de caixa, pode ser de grande ajuda para você.

Download da Planilha

Conhecendo quais são suas despesas fixas, o gestor responsável terá uma margem maior para solucionar eventuais problemas. E por conseguinte, ser capaz de programar com mais eficiência os gastos por período específico.

2 – Metas e objetivos

Sempre que possível estipule metas específicas a serem alcançadas, coloque tudo no papel se achar necessário. Quando se visualiza todas as tarefas a serem cumpridas, alcançar seus objetivos se torna uma questão de tempo.

Um empreendimento sem objetivos claros, pode enfrentar problemas em manter a empresa sob controle. Você não gostaria disso para seu negócio, não é mesmo?

3 – Relatório financeiro

Uma dica importante é manter os relatórios financeiros sempre atualizados. Se você não sabe como fazer um relatório contábil, criei um artigo completo que fala exatamente sobre isso. Dê uma olhadinha depois.

Não importa o valor gasto ou recebido, é importante registrar tudo, a fim de evitar o gasto indevido de seu dinheiro.

Experimente dividir por categorias, assim, você será capaz de identificar a origem dos gastos e receitas. Pois, quando você cataloga tudo de maneira generalizada, perde a vantagem de usar adequadamente seus recursos.

4 – De olho no capital de giro

O capital de giro é o que mantém um negócio funcionando. É com ele que a empresa pode financiar várias atividades e investimentos a curto prazo. Se não existe ou não há uma organização do capital de giro, possivelmente a empresa poderá estagnar no caminho.

Realize verificações periódicas quanto ao retorno por parte de seus serviços e produtos. Faça um balanço do que esperava receber e do que realmente entrou como receita. Se necessário, renegocie contratos e determine valores diferentes aos serviços oferecidos.

Direcione seus esforços e recursos ao que realmente se mostra como retorno certo. Daí a importância do controle de fluxo de caixa atualizado e supervisionado. Dessa forma, as avaliações serão mais assertivas em relação a situação atual de seu empreendimento.

5 – Fluxo de caixa para a sobrevivência da empresa

A partir do momento que você deixa de focar apenas no lucro, e direciona esforços em manter um controle de fluxo de caixa, você diminui muito as chances de um possível fracasso empresarial.

Pois, uma razão frequente para o fracasso nos negócios da maioria das pequenas, médias e grandes empresas, é cometer erros na gestão financeira ou ignorar a importância do controle de fluxo de caixa. Mesmo que os gestores tentem compensar com previsão de margens de lucro, essa não se mostra suficiente para a sobrevivência do negócio.

6 – Análise de fluxo de caixa

Essa análise em específico, aborda a questão de que muitas empresas apresentam picos de rentabilidade, por estarem sujeitas a eventos sazonais. E sem dúvida, você deve utilizar essa análise para obter um controle efetivo dos fatores que influenciam esses picos.

Os dados extraídos de uma análise de fluxo de caixa são valiosíssimos para apoiar as tomadas de decisões do gestor. Com uma base de dados realista, fica mais fácil acertar e garantir resultados positivos. Assim, você reduz custos, monitora seu endividamento e ainda pode melhorar sua estratégia de crescimento.

7 – Controle de estoque

Essa é uma dica valiosa e indispensável, pois, seu estoque é um capital imobilizado. Ou seja, ele não rende juros ou gera renda. Portanto, quando você mantém seu estoque controlado, tem maior autonomia sobre o que é preciso investir e quando é necessário investir.

No entanto, o controle de estoques vai além de gerir quantidade de produtos estocados. Envolve também registros financeiros (detalhamento de preço de custo e preço de venda), fiscalização, classificação de matéria prima, fluxo de entrada e saída.

Enfim, todas essas ações visam poupar dinheiro e controlar seus investimentos. Exatamente por isso é que o controle de estoque tem relação direta com o controle de fluxo de caixa.

Em resumo, podemos concluir, que o controle de fluxo de caixa é de vital importância para a empresa que quer alcançar rentabilidade e liquidez. Com a ajuda de uma boa equipe de gestão e controle de fluxo de caixa, é possível focar na organização financeira e criar estratégias inteligentes de crescimento e racionalização de recursos.

Se tiver dúvidas, não hesite em entrar em contato com nossa equipe, ficaremos felizes em lhe ajudar da melhor forma possível. E não esqueça de compartilhar essas informações importantes.

Espero ter sido útil e lhe desejo bons negócios!

sobre o autor
Fábio Almeida é graduado em Tecnologia da Informação e Ciências Contábeis com mais de 10 anos de atuação como contador e empreendedor.


Sem Comentários


deixe seu comentário :

* O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.