Almeidas Assessoria Contábil

Blog

Gestão Fiscal da Empresa: qual o papel do dono no acompanhamento?

É de suma importância que o empreendedor esteja por dentro de todos os processos que giram em torno do negócio. No entanto, existem algumas atividades que exigem total comprometimento, como é o caso da gestão fiscal da empresa.

Nesse caso, deve haver uma equipe qualificada para que não haja erros fiscais e principalmente que mantenha a saúde financeira da empresa em dia. Mas, o empreendedor também precisa saber lidar com tudo isso e acompanhar o crescimento do empreendimento.

Não adianta ter um excelente produto com grande potencial de mercado, se a sua gestão fiscal está com sérias falhas, o que pode acarretar na estagnação do negócio. Estagnação no mundo corporativo significa, em poucas palavras, a extinção do negócio.

Você verá ao longo desse artigo, a importância e o impacto de uma boa gestão fiscal da empresa e como a presença do empreendedor pode colaborar diretamente com o avanço positivo da empresa.

A importância da gestão fiscal da empresa

Toda empresa precisa ter uma área dedicada a gestão fiscal. Essa área é responsável por dar maior atenção a todos os aspectos tributários em geral. Os maiores objetivos da gestão fiscal é adequar o regime tributário, controlar a gestão de tributos e ser parte fundamental das estratégias financeiras da empresa.

Sendo assim, todas as outras áreas da empresa precisam estar interligadas com o setor de gestão fiscal. Pois, todas as atividades rotineiras devem ficar bem claras para esse setor. Isso parte da transparência e regularidade da empresa perante o Fisco.

Em resumo, a gestão fiscal da empresa é o carro chefe para que todos os objetivos e o futuro do negócio sejam alcançados. Além disso, é uma ferramenta que mantém o histórico de sua empresa limpo e previne vários problemas desagradáveis com a Receita Federal.

A importância do contador para lidar com a gestão fiscal

gestão fiscal da empresa

Se eu lhe fizer duas perguntas, você saberia me responder? Aqui vão elas: você sabe me dizer se o regime tributário da empresa é adequado para o seu plano de negócio? Você sabe me dizer se há ou se já houveram prejuízos no recolhimento de tributos?

Saiba que tudo isso impacta na economia e rentabilidade da sua empresa. Se não há uma gestão fiscal da empresa eficiente, você provavelmente pode estar perdendo dinheiro. E qual o papel do contador nessa história?

O contador é um profissional que deve estar ao lado do empreendedor a partir do momento em que ele decide tirar o seu negócio do papel. Tanto no início de um negócio, quando na evolução dele, as burocracias, responsabilidades e documentação fiscal sempre estarão presentes.

E quando falamos em documentação fiscal, qualquer deslize pode significar um transtorno enorme para o empreendedor.

O contador possui conhecimentos aprofundados e específicos para auxiliar o empreendedor em quaisquer assuntos sobre fiscalização e contabilidade. O contador exerce um papel de consultoria, analisando e avaliando os processos de legislação.

Esse profissional pode identificar benefícios fiscais e identificar pontos de melhoria tarifária para seu negócio. Isso resultará em um ganho significativo e uma economia muito grande.

Como o empreendedor pode ajudar a melhorar os processos?

O empreendedor, por sua vez, deve compreender de forma clara e sucinta a importância dessa área dentro da sua empresa. A maioria dos donos de empresa ignoram essa área por achar que não traz benefícios e é somente um custo a mais.

Contudo, pensar dessa forma pode levar sua empresa direto para o abismo. Existem várias formas de contratar esse tipo de serviço e em casos de redução de custos, é possível contratar a terceirização de serviços fiscais.

O dono da empresa precisa além de conhecer todas as obrigações fiscais, estar ao lado do contador sempre. Pois, somente assim é que os dois departamentos, o de gestão e o de contabilidade, estarão em plena sintonia.

No final das contas, o setor de gestão fiscal, nada mais é, do que um aliado poderoso para gerar um negócio escalável. Ou seja, é um benefício para o próprio dono da empresa. E seu papel é buscar todas as ferramentas que possam colaborar com o crescimento de sua empresa.

Ficou claro como a gestão fiscal da empresa tem um papel fundamental no sucesso do seu negócio? Então não perca mais tempo e comece agora mesmo a mudar suas estratégias de acordo com as análises e respostas do seu contador. Se ainda não tem um contador, nós podemos te ajudar!

sobre o autor
Fábio Almeida é graduado em Tecnologia da Informação e Ciências Contábeis com mais de 10 anos de atuação como contador e empreendedor.


Sem Comentários


deixe seu comentário :

* O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.