Almeidas Assessoria Contábil

Blog

Imposto de renda

Porque declarar o imposto de renda: benefícios e riscos!

O Imposto de Renda é um assunto que gera muitas perguntas. A principal dúvida dos brasileiros é a respeito das consequências do atraso ou da não declaração. Afinal, a declaração para o pagamento do tributo é uma questão temida, tendo em vista suas graves implicações financeiras.

Neste ano, o prazo para apresentação das declarações é até 30 de abril. Então, se você ainda não concluiu a tarefa, deve prestar atenção para cumprir com os prazos. 

Neste artigo, discutiremos o assunto e mostraremos o que acontecerá quando esse tributo for atrasado ou não declarado. A dor de cabeça é tão terrível que você vai achar melhor fazê-lo agora mesmo. Continue lendo e conheça os benefícios e riscos desse imposto! 

Benefícios de enviar o Imposto de Renda 

Imposto de renda

1 – Comprovante de renda

Quem trabalha sem carteira assinada pode ter dificuldades para conseguir crédito, justamente por não ter como comprovar sua renda. Afinal, os documentos mais aceitos são a folha de pagamento e o extrato bancário.

Contudo, como os autônomos e profissionais liberais não possuem folha de pagamento. Devem comprovar sua renda através das receitas e despesas que tiveram durante o período.

Sendo assim, a declaração desse tributo serve como comprovante de renda, se você trabalha como profissional liberal, autônomo ou se tem o seu próprio negócio.

Isso facilita a aquisição de crédito no mercado, com as instituições bancárias ou operadoras de crédito. Então, quanto maior sua renda e a regularidade da receita, mais crédito você pode obter.

2 – Emissão de Visto

Se você pretende viajar para o exterior, é necessário comprovar que você tem condições de se manter no país durante o período que estiver lá. E a declaração pode ser apresentada ao consulado de um país para emissão de visto de viagem ao exterior.

3 – Comprovante de patrimônio

A declaração também serve para comprovar a situação patrimonial do contribuinte. Afinal de contas, é necessário declarar e justificar os bens na mesma.

4 – Restituição de Imposto

A declaração também serve para o contribuinte solicitar a restituição de parte, ou de todo o valor do imposto, caso você tenha algum valor retido ou descontado durante o ano. A restituição desse tributo existe como uma forma de compensar ao contribuinte os valores pagos a mais durante o ano.

-> Leia também: 5 dicas para organizar as Obrigações Acessórias da sua empresa!

Quais são as consequências de não declarar o Imposto de Renda?

1 – Multa

É importante ter em mente que não existe não declarar o imposto. Em algum momento, você terá que acertar com o Fisco. E quanto mais o tempo passar, maiores serão as dores de cabeça.

2 – Processo

Como se não bastasse, ao não declarar o Imposto de Renda, você também sofrerá um processo por sonegação de tributos. Se, ao final do processo, a pessoa for condenada, ela pode ter até sua prisão decretada. 

As penas para esse tipo de delito vão de 2 a 5 anos de reclusão. Todos os gastos com advogados já deveriam ser suficientes para que ninguém deixasse de declarar o IR.

3 – Bloqueios

Também é fundamental imaginar o tamanho do problema decorrente do bloqueio do CPF. Se você desejar fazer uma viagem internacional, terá problemas para tirar o passaporte. Se passar em um concurso público, enfrentará entraves para a posse na vaga.

Quem tem seu CPF bloqueado por não declarar o imposto. Também não consegue abrir conta em bancos e nem fazer investimentos em títulos públicos e fundos imobiliários, por exemplo.

4 – Danos ao “perfil de crédito”

O sistema financeiro nacional atualmente funciona com a construção de perfis de crédito aos cidadãos brasileiros. Ao ter o CPF bloqueado pela Receita Federal, imediatamente a pessoa tem seu perfil de crédito colocado em cheque. 

A reconstrução desse perfil demora bastante tempo, acarretando uma série de dificuldades na vida do cidadão implicado.

Afinal, durante esse período ele ouvirá muitos “nãos” ao buscar serviços em instituições financeiras, podendo se deparar com problemas para pedir um empréstimo no banco ou para fazer financiamentos de carro ou de imóvel.

5 – Perda de tempo

Também é interessante lembrar que, além de tudo o que listamos até aqui, você também perderá bastante tempo para regularizar sua situação junto à Receita Federal.

-> Leia também: 6 Vantagens de um bom planejamento tributário!

E o que acontece se atrasar a declaração do Imposto de Renda?

Caso você atrase a sua declaração de IR, a Receita Federal ainda determina um prazo extra para a entrega das declarações atrasadas, mas terá que pagar multa.

Agora, se você não dever imposto algum, pagará uma quantia estabelecida pela Receita. Caso deva, a multa é calculada de acordo com os dias em atraso. Atualmente, é estabelecida uma porcentagem de 1% ao mês sobre o valor total do imposto devido, chegando a 20%.

Como você pôde ver, declarar o imposto é crucial para manter as obrigações em dia. Principalmente, para evitar problemas com a Receita Federal. 

Logo, é muito importante contratar um contador para te ajudar nesse processo tão importante. Você vai ver que sua vida vai ser muito facilitada com essa ajuda especializada, pois o contador não vai deixar passar nada. Somos especialistas nesse assunto e podemos te ajudar com seu Imposto de Renda, entre em contato conosco

sobre o autor
Fábio Almeida é graduado em Tecnologia da Informação e Ciências Contábeis com mais de 10 anos de atuação como contador e empreendedor.


1 Comentário

  1. […] -> Leia também: Porque declarar o imposto de renda: benefícios e riscos! […]

    Reply

deixe seu comentário :

* O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.