Almeidas Assessoria Contábil

Blog

Obrigações acessórias

5 dicas para organizar as Obrigações Acessórias da sua empresa!

As obrigações acessórias são declarações com prazos estipulados, nas quais constam informações referentes às operações das empresas. Que são entregues para diferentes esferas governamentais — ou seja, federal, estadual e municipal.

Por meio delas, o governo verifica se os dados declarados batem com as apurações dos impostos. Também, com as receitas efetivas e com as movimentações ocorridas no departamento pessoal.

Entretanto, o cumprimento das obrigações é trabalhoso e muitas empresas têm dificuldade em se organizar para fazê-lo. Assim, as companhias, frequentemente, correm o risco de sofrer sanções fiscais e suas respectivas penalidades.

Neste post, listamos 5 dicas essenciais para você organizar as exigências acessórias da sua empresa e evitar problemas no futuro. Não perca mais tempo, leia o artigo e confira!

5 dicas para organizar as obrigações acessórias 

Obrigações acessórias

1 – Crie uma cultura de antecipação

A chave para cumprir efetivamente as obrigações é a antecipação. Afinal, antecipar significa saber exatamente quais são as obrigações tributárias específicas para o CNPJ e CNAEs da empresa. Também, como elas devem ser entregues e quais ações precisam ser realizadas para tornar o time fiscal mais eficaz.

A estruturação de processos é uma boa saída para essa situação. Definir quais dados precisam ser extraídos do ERP ou do sistema de notas de entradas. Estabelecer uma pasta ou software para servir de repositório único dessas evidências. Ainda, tratar e estruturar as entregas para cumprir os prazos da Receita e validar se não existem erros e inconformidades nos arquivos. São boas práticas que garantirão a antecedência na geração de obrigações fiscais.

Em suma, é prudente criar uma cultura de antecipação de atividades, com indicadores, processos e prazos bem estabelecidos.

2 – Elabore um calendário fiscal

Com toda a certeza, os riscos de não cumprir com as obrigações são elevados, o que exige ações estratégicas por parte da empresa. Atrasos ou falta de entrega das exigências acessórias podem gerar multas e autuações.

Diante disso, é fundamental criar um cronograma. Nele, deve-se listar todas as obrigações e as respectivas datas de emissão. Assim, evitar prazos apertados e criar uma rotina de trabalho antecedendo os prazos, porém, priorizando por ordem de data.

3 – Acompanhe a legislação vigente

É fundamental que  todos os profissionais envolvidos na prestação de contas ao Fisco conheçam muito bem a legislação fiscal e tributária do país. O desafio é se manter atualizado em um país onde as normas mudam constantemente.

Sem dúvidas, é extremamente difícil acompanhar o ritmo frenético de atualizações de normas e legislações que podem afetar o negócio de uma empresa. Nesse sentido, é essencial contar com uma assessoria contábil. Assim, você fica sabendo de quaisquer alterações promovidas pelos órgãos públicos Federais, Estaduais e Municipais acerca da arrecadação de impostos. Além disso, diminui-se os riscos de erros na entrega das obrigações. 

-> Leia também: Planejamento tributário: o que é e como fazê-lo em sua empresa!

4 – Organize todos os seus documentos

É de suma importância que exista uma organização frequente da documentação. Para que não haja equívocos nas apurações dos impostos ou em qualquer outra área da sua empresa. 

Uma vez que esse trabalho seja realizado e se torne um hábito dentro das rotinas do seu empreendimento, ele passará a ser praticado de forma fácil e ágil — permitindo, assim, que caso se necessite de alguma informação para transmissão das obrigações, a documentação será localizada rapidamente.

5 – Conte com uma assessoria contábil especializada

Então, conseguiu entender como organizar as exigências acessórias para poder cumpri-las com eficiência? Vale lembrar, que além de manter a empresa regular perante a lei, o correto cumprimento dessa atividade propiciará dados precisos para a empresa. Que servirão como base para uma tomada de decisão mais acertada, contribuindo para o crescimento sustentável da instituição.

Contudo, vale ressaltar que é de extrema importância contar com a ajuda de uma assessoria contábil. Para te atentar quanto às alterações na legislação brasileira e te ajudar a otimizar o processo de entrega das obrigações em sua empresa. Para tal, conte conosco! Prestamos serviços especializados e eficientes, e podemos ajudar você com as obrigações acessórias da sua empresa. 

sobre o autor
Fábio Almeida é graduado em Tecnologia da Informação e Ciências Contábeis com mais de 10 anos de atuação como contador e empreendedor.


4 Comentários

  1. […] -> Leia também: 5 dicas para organizar as Obrigações Acessórias da sua empresa! […]

    Reply
  2. […] -> Leia também: 5 dicas para organizar as Obrigações Acessórias da sua empresa! […]

    Reply
  3. […] -> Leia também: 5 dicas para organizar as Obrigações Acessórias da sua empresa! […]

    Reply
  4. […] Leia também: 5 dicas para organizar as Obrigações Acessórias da sua empresa! […]

    Reply

deixe seu comentário :

* O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.