Almeidas Assessoria Contábil

Blog

Imposto de renda

Tudo sobre como declarar o imposto de renda em 2021 e restituição!

Apelidado de Leão, o Imposto de Renda brasileiro existe desde 1922. Uma vez por ano, os brasileiros precisam preencher uma declaração acertando as contas de como sua renda variou ao longo dos últimos 12 meses. 

Então, todos os anos temos que nos organizar para o período dessa declaração. E, embora este seja um evento repetitivo ano após ano, é comum que as pessoas tenham dúvidas sobre quais documentos ter em mãos para começar o processo, e fazer com que ele seja o mais rápido e tranquilo possível.

Se você é uma das pessoas que não sabe como declarar o imposto, está no lugar certo. Neste post, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre como declarar o IR e ainda sobre a restituição, leia abaixo com atenção!

Documentos necessários para a declaração do Imposto de Renda

Imposto de renda

Os contribuintes devem guardar comprovante de todos os rendimentos obtidos no ano anterior. Isso inclui informe de rendimento das fontes pagadoras (empresas, governo, pessoas físicas etc.). Os comprovantes de rendimentos de aplicações financeiras em bancos e corretoras também devem ser guardados. 

Comprovantes de despesas próprias ou de dependentes com médicos, hospitais e clínicas; com convênios, dentistas e psicólogos. Também com gastos para instrução própria e de dependentes.

A pessoa homologada pela justiça para pagar pensão alimentícia, também deve manter comprovantes de pagamento entregues ao beneficiário.Informações sobre dívidas contraídas no ano anterior, além de comprovantes de eventuais compra e venda de bens móveis e imóveis.

É fundamental manter comprovantes de todas as receitas e despesas dos dependentes, bem como os comprovantes dos seus respectivos bens e direitos. É importante lembrar que é obrigatório guardar por cinco anos todos os documentos referentes à Declaração. 

Passo a passo: como preencher a declaração do Imposto de Renda

Com tudo em mãos, o primeiro passo é fazer o download do Programa Gerador da Declaração (PGD IRPF 2021) no site da Receita Federal. Os contribuintes que desejam declarar via smartphone ou tablet também podem baixar o aplicativo “Meu Impacto de Renda” no Google Play (para Android) ou AppStore (iOS).

Aqueles com certificados digitais poderão acessar o Centro Virtual de Atendimento e-CAC no site da Receita. Nesse caso, você encontrará a declaração pré-preenchida e tudo o que você precisa fazer é verificar as informações.

É importante verificar se é necessário ou não informar o número do recibo da declaração de ajuste do ano anterior. 

O programa é auto explicativo e auxilia no preenchimento. As instruções podem ser obtidas no menu “Ajuda” ou pressionando a tecla “F1” no campo desejado. O contribuinte deve selecionar na “Tela de Entrada” “nova declaração”, “em preenchimento” ou “já transmitidas”.

 A partir daí, o contribuinte deve preencher cada um dos quadros com as informações necessárias. Após a entrega, é importante não esquecer de verificar o “status” da declaração. Se você tiver alguma pendência, basta regularizá-la.

Declaração simples ou completa?

Imposto de renda

Hoje existem dois tipos de declaração que podem ser enviadas à Receita Federal: as declarações simples e as declarações completas. O contribuinte pode escolher um deles, com base nas despesas que deverá declarar à Receita.

Veja abaixo, as especificações de cada um dos modelos de declaração:

Declaração simples

Nas declarações simples, a Receita aplica um desconto padrão de 20% sobre todos os rendimentos tributáveis recebidos em 2020.

Logo, é indicada para contribuintes cujas despesas dedutíveis – ou seja, gastos que podem ser abatidos do cálculo do IR – forem inferiores a 20% do total de receitas tributáveis, ou cujos rendimentos tributáveis sejam de até R$16.754,34. 

Para simplificar o entendimento: se sua renda em 2020 foi de R$ 10.000 reais, serão deduzidos R$ 2 mil (valor correspondente a 20% de R$ 10 mil) no modelo simplificado. Se suas despesas dedutíveis somarem mais de R$ 2 mil, vale a pena escolher a declaração completa.

Declaração completa

No modelo de declaração completa,  são consideradas todas as possibilidades de abatimento do imposto — gastos com educação, saúde, dependentes, contribuição para previdência privada, entre outros. O desconto de imposto poderá ser menor que 20% e a restituição, maior.

Se a declaração completa for a ideal para você, saiba que é preciso guardar os comprovantes das despesas por pelo menos cinco anos. Isso porque, durante esse período, a Receita pode chamá-lo para prestar algum esclarecimento referente a alguma dessas despesas.

O próprio programa de declaração do Imposto de Renda sugere qual é o tipo de declaração mais indicado para cada pessoa. Em qualquer caso, se você fizer a declaração completa e a mais adequada para você for a simplificada, a Receita migrará os dados automaticamente para o modelo simples.

Restituições

Os valores serão pagos em cinco lotes, a partir de maio. O primeiro está previsto para o dia 31 de maio. Os demais serão pagos em junho (30), julho (30), agosto (31) e setembro (30).

A prioridade de pagamento será dada a idosos, portadores de doenças graves, deficientes físicos e mentais. Quem enviar a declaração no início do prazo, sem erros ou omissões, também poderá receber mais cedo a restituição. Também no caso de restituição, é preciso apontar o banco para depósito.

Dicas para não errar na declaração do Imposto de Renda

Se você procurou por um artigo que explica como declarar o IR, é sinal que não tem grande familiaridade com o assunto. Então, redobre a atenção para não cometer nenhum erro e acabar caindo na malha fina, ficando sujeito a multas.

O ideal é, caso você não tenha facilidade com esse assunto, é contratar uma assessoria contábil especializada. Podemos ajudar você com seu Imposto de Renda, conte conosco!

sobre o autor
Fábio Almeida é graduado em Tecnologia da Informação e Ciências Contábeis com mais de 10 anos de atuação como contador e empreendedor.


Sem Comentários


deixe seu comentário :

* O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.