Almeidas Assessoria Contábil

Blog

Gestão fiscal

Gestão Fiscal: tudo o que você precisa saber!

A gestão fiscal é um aspecto comum a todas as empresas. Devendo ser levada a sério com um planejamento adequado. Embora, seja uma demanda presente no dia a dia de qualquer negócio, grande parte dos empreendedores ainda peca nessa gestão. 

Apesar de ser aparentemente complexa, quando levada a sério ela promove inúmeros benefícios para as empresas. Sendo assim, uma estratégia fundamental para a administração de uma organização empresarial.

Nesse post você entenderá o que é essa gestão, qual a sua importância  e como ela beneficia as organizações. Confira abaixo com atenção!

O que é?

Essa gestão compreende uma série de ações e procedimentos administrativos direcionados ao cumprimento de exigências da legislação tributária. Dessa maneira, ela é responsável pelas obrigações tributárias, escrituração fiscal e pagamento de impostos.

Entretanto, antes mesmo desses procedimentos acontecerem na prática. Tal logística fiscal preocupa-se em analisar qual a melhor forma de tributação – Lucro Real, Presumido ou Simples Nacional

Além disso, empenha-se em planejar a utilização de benefícios e de créditos fiscais. Com o intuito de diminuir o impacto dos tributos no resultado.

Portanto, ela trabalha como uma forma preventiva de evitar autuações fiscais. Administrando as informações para estar sempre de acordo com a legislação. Ainda, na medida do possível, buscando as melhores e mais eficazes soluções para a saúde financeira da organização.

A importância da gestão fiscal para seu negócio

Gestão fiscal

No Brasil, é obrigatório seguir a legislação vigente para poder operar no mercado. Contudo, um dos maiores problemas enfrentados pelos empresários brasileiros diz respeito à elevadíssima carga tributária.

Na legislação do país todas as operações efetuadas pelas empresas são tributadas. Incluindo compra, venda, lucro e renda, o que torna ainda mais complexo para os gestores administrarem sozinhos todas essas variáveis. Isso sem contar a variação nas faixas de cobrança instituídas para cada tipo de operação. Que levam em conta o porte da empresa.

Naturalmente, a falta de organização com as demandas fiscais podem acarretar em investigações do Fisco. Além do mais, nos piores casos, como de sonegação fiscal, pode levar a punições, como multas ou até prisão. 

Logo, ela é uma atividade fundamental e obrigatória que precisa ser integrada à administração geral da empresa. Ainda, os responsáveis pela gestão fiscal devem estar em constante diálogo com outros departamentos. Alinhados à visão macro da organização e ao plano de crescimento do negócio.

Benefícios da gestão fiscal 

Esteja em dia com o Fisco 

É muito comum que empresas tenham problemas com o Fisco por cometer erros no momento de preencher notas. Também, ao declarar determinados tipos de informações e no cálculo de pagamento dos tributos da categoria. 

Com a implementação de uma administração fiscal bem feita, é possível evitar essas situações. 

Economize nos tributos

Essa gestão ajuda na otimização do recolhimento dos tributos, da mesma forma, possibilita um aumento na margem de lucro líquido. 

Ainda além, como contempla o planejamento tributário e análise do segmento. Contribui para encontrar o regime tributário que melhor se adequa a realidade e contexto da empresa. Enfim, isso tem impacto direto no valor pago em tributos. 

Tome decisões mais assertivas

A organização, documentação e sistematização na parte fiscal. Permitem análises mais específicas e a identificação de falhas e gargalos em processos internos. Tudo isso oferecem aos gestores um leque de informações. 

Deste modo, é possível decidirem sobre investimentos, orçamento de despesas, necessidade ou não de realizar empréstimos. E uma série de outras ações.

Ganhe tempo para o que importa

Quando a gestão e o planejamento fiscal são levados à sério, as obrigações perante a legislação vigente estão em dia. Assim, a demanda vira rotina dentro da organização, que consegue focar no que mais importa. Como a qualidade do produto ou serviço, o desenvolvimento de novas ferramentas e recursos, expansão para novas praças, entre outros.

Entretanto, o único profissional que pode te guiar na sua gestão fiscal é um contador. É ele quem sabe o melhor caminho para a sua empresa e como regulamentar o seu negócio.

Dessa maneira, ficou claro que tal gestão realizada de forma inadequada, pode levar uma empresa à falência. Então lembre-se de contar com um profissional de confiança. Podemos te ajudar, conte conosco!

sobre o autor
Fábio Almeida é graduado em Tecnologia da Informação e Ciências Contábeis com mais de 10 anos de atuação como contador e empreendedor.


Sem Comentários


deixe seu comentário :

* O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.