Almeidas Assessoria Contábil

Blog

Gestão de crise

Gestão de crise: 5 dicas que todo gestor precisa saber!

Para enfrentar conflitos de uma forma muito mais tranquila, é essencial ter sempre em mãos boas soluções para a gestão de crise. Por mais que sua empresa esteja vivendo um ótimo momento, você deve estar preparado para não ser surpreendido por alguma situação um pouco mais complicada. 

Para isso, é muito importante que você comece fazendo um mapeamento de possíveis situações difíceis que podem acontecer. Somente assim, poderá formular uma boa estratégia de gerenciamento de crise. Ainda, ao mesmo tempo, prever até de que maneira a empresa poderá aproveitar a situação para reverter o quadro.

Pensando em ajudar você nessa tarefa, separamos 5 dicas que todo gestor precisa saber para montar uma gestão direcionada para colapsos de forma eficiente. Confira!

6 dicas para uma gestão de crise eficiente

Gestão de crise

1 – Se planeje

Considere os seus principais concorrentes para fazer uma pesquisa de mercado. Concentre-se, principalmente, nas crises que eles têm enfrentado nos últimos tempos. Também, analise como essas empresas enfrentam os momentos de dificuldade. Em seguida, reúna a sua equipe para desenvolver um bom plano de contenção de crises.

O ideal é que vocês pensem nas mais variadas possibilidades de situações e quais soluções poderiam ser adotadas para enfrentar a crise. Além disso, vale ressaltar o quanto todas as áreas da empresa precisam se unir e manter o contato direto para garantir que não haja falhas de comunicação.

Nunca se esqueça que o principal objetivo desse plano é manter a segurança e também a manutenção da empresa durante um momento de desequilíbrio. Portanto, tudo precisa estar bem detalhado quanto aos recursos financeiros, tecnológicos e humanos que poderão ser usados para enfrentar situações complexas. 

-> Leia também: Plano de Negócios: conceito e importância!

2 – Seja rápido

Diante de uma crise, é fundamental que os gestores sejam ágeis. Pois, quanto antes for estabelecido um planejamento e implementado, maior será a possibilidade de superar o ambiente desfavorável do momento. Mas não confunda agilidade com pressa, pois isso pode gerar problemas causados por falhas no planejamento.

3 –  Mostre a posição da empresa diante da crise

Outro item que você deve ter sempre em mente diz respeito ao posicionamento da sua empresa. O que isso significa? Que em tempos de crise você precisa mostrar o que a empresa pensa e como ela enfrentará a situação. Ou seja, não basta colocar em prática a contenção do problema, é importante também se comunicar a respeito.

Isso ainda ajudará o seu negócio a ganhar mais respeito, credibilidade e, ao mesmo tempo, aumentar as chances de cativar clientes, mesmo os afetados pela crise. O importante a saber é que um consumidor que se sente prejudicado por uma empresa já espera que ela se posicione a respeito.

4 – Continue as atividades da empresa

Uma crise causa muitos efeitos negativos, porém, se o gestor decide interromper as operações, é ainda mais danoso. Visto que, tal atitude vai gerar a descapitalização financeira do empreendimento, gerando uma nova crise.

Além disso, a continuidade das operações transmite a mensagem de que a empresa continua apta a atender as demandas e necessidades de consumo do seu público-alvo, agindo de forma proativa.

5 – Documente e aprenda com as crises

É importante compreender que situações de crise não acontecem apenas uma vez, em muitos casos se repetirá ao longo do tempo. Por isso, é fundamental realizar a sua documentação, ou seja, os fatores de causalidade, os efeitos colaterais, os agentes que atuaram na solução, os métodos e planejamentos empregados, atividades realizadas e demais informações que sejam relevantes.

Caso a crise volte a ocorrer, todos esses documentos serão usados ​​como referência, para que os gestores tenham as informações necessárias para administrar uma nova crise. Além disso, é importante aprender com as crises, afinal, os gatilhos que desencadeiam fatores geradores de caos podem ser evitados.

Seguindo essas 5 dicas, os gestores certamente serão capazes de realizar uma gestão de crise eficiente. Então, gostou deste artigo? Conte nos comentários abaixo! 

sobre o autor
Fábio Almeida é graduado em Tecnologia da Informação e Ciências Contábeis com mais de 10 anos de atuação como contador e empreendedor.


Sem Comentários


deixe seu comentário :

* O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.